Endometriose – Dra Christiane Régis

dracristianeEditado2

 

Nossa equipe  conversou  com a  Dra  Cristiane sobre a  doença endometriose ,para  tirar  todas  as nossas  dúvidas  sobre  causas ,sintomas  e  tratamento.

Começamos nossa  conversa entendendo  o  que  é  Endometriose ,a Dra Christiane nos  explica ,” é  um nome  meio  complicado ,mas resumindo,  são  células  do  útero  que  saem para  fora  do  útero,ou  seja  quando  acontece  a  mestruação o sangue ele  exterioriza  ,porem  quem  tem  endometriose  sangra  dentro  do  abdômen, onde  as  células que  estão  fora  sofrem e   vem  a  dor  intensa justamente  pelo sangue que  está  dentro  do  abdômen  , aquele  sangue  acumulado  forma  os  cistos  endometrióticos ,os  mesmos podem  se  formar   em  outros  orgãos também “.

Em  relação a causa, ela comenta  que  não   existe uma  causa  ou  motivo  exato ,os  motivos  são  variados porem  não  existe  uma  causa  efetiva,o porque  das  células  terem  ido  para  fora  do  útero.

Infelizmente  a doença  é  comúm  e  pelo  fato  do  diagnostico  precose  ajuda  a  controlar  a  patologia,na  verdade  essa  é  a  grande  questão ,o  paciente  tem  que  perceber  mudanças  habituais , se existe alguma  mudança procurar  fazer  uma  investigação  e  exámens ,tem  que  exisitir  um  bom  acompanhamento porque  existem  alguns  exámens  que  não  são  exatos e  pode  passar  desapercebido.

Em relação  a  infertilidade a Dra  Christiane explica que é  o  principal  problema  da  doença  porém ela  nos  disse  que  a  mulher  pode  engravidar  sim ,claro  desde  que  haja  um  ótimo  controle e  novamente ter um diagnóstico precose , ajuda a  ter  uma  gravidez tranquila.

A  doença  é  chamada de doença moderna, a Dra  Christiane  explica que  na  verdade o  que  acontece é  a  mudança  dos  dias  de  hoje, no  fato  das  mulheres  terem  filhos mas  tarde  mas  planejado ao  contrario  de antigamente onde  as  mulheres tinham  filhos  mas  novas ,e também  hoje  em dia  os diagnósticos são  mas  frequentes .

Em  relacão  a cancer  ela afirma que  não  causa  cancer  ,embora a  doença  tenha  um  comportamento  ruim não  é  cancerígena.

O  tratamento  vai  depender  do  grau do  estágio da  doença para  cada  caso  um tratamento  específico e  saber e  ter  um  planejamento familiar para um  bom  acompanhamento usando  métodos  como  implantes  com  menos  riscos ,mas  tudo  deve  ser  avaliado pois  nem  todos  os  casos são  cirurgicos .

Em  relação a pílula realmente quem  toma está com  menos efeito do  estrógeno então  teoricamente protege mas  tudo  tem  que  ser  avaliado ,hoje  por exemplo não  se  recomenda  o  uso  prolongado  da  pílula uma  assunto  ainda  em  discussão e  polémico .

Finalmente a  dica  da  Dra  Christiane  é  ,prestar  atenção  para  um  diagnóstico precose e  poder  tratar  no momento  inicial  da  doença,e assim fazer um tratamento  adequado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *