Ação Voluntária e Solidária realiza confecção e doação de máscaras contra o COVID-19

Projeto Ação Voluntária e Solidária - Confecção e doação de máscaras para a população vulnerável contra o COVID-19 (1) 

O carnavalesco Hernane Siqueira ,pernabucano ,que já passou pelas escolas de samba Imperatriz Leopoldinense,Acadêmicos do Tatuapé ,Império da Casa Verde ,Unidos do Peruche ,Leandro de Itaquera ,Camisa Verde e Branco ,Vai Vai,dentre outras agremiações é o idealizador da Ação Voluntária e Solidária .

Depois de ter ficado comovido com um pedido de ajuda de uma menina através das suas redes  sociais ,pedindo cestas básicas para pessoas carentes da Vila Gustavo ,onde com ajuda da  comunidade conseguiu atender esse  pedido ,ele resolveu dar continuidade com ações e então surgiu a iéeia de criar uma campanha de confecção e doação de máscaras contra o Covid 19. com a participação de um leque ainda maior de amigos de sua Comunidade,entrou em contato com algumas costureiras dos barracões e ateliês, que estavam desempregadas e sem perspectivas nesta quarentena, para produção de máscaras protetoras ao COVID-19. Conseguiu amigos que apadrinharam a causa, ajudando na compra de materiais para confecção e das próprias máscaras e em dois dias produziram 100 máscaras, todas entregues na Comunidade de Guaianases.

O Presidente da escola de samba Império de Casa Verde, Alexandre Furtado,fez a doação de tecidos suficientes para atingir a meta de 30.000 máscaras, que foi integralmente cumprida com a distribuição em várias regiões carentes da cidade de São Paulo.

A “Ação Voluntária e Solidária”partiu para a próxima meta de 150 mil máscaras com a participação – de forma benemérita – de profissionais de marketing, que desenvolveram rapidamente uma campanha publicitária, que contempla todos os itens básicos de uma ação mercadológica, incluindo:
– a criação de logomarca e flyers educativos com informações sobre o COVID-19 para as diversas mídias sociais;

– a criação de um mascote para entretenimento de crianças e idosos produzido por André Diniz, quando da entrega de máscaras;

– abertura e compartilhamentos de espaços no Facebook e Instagram e

– a produção de “lives” diárias com artistas e personalidades num movimento de “Amigos do Bem e do Samba”, destacando-se o cantor Dudu Nobre, drag Queen Silvetty Montilla, Camila Silva, Rainha do Carnaval do Rio de Janeiro, Kaxitu Ricardo Campos, Presidente da FENASAMBA, carnavalescos Babu Energia, Felipe Milanes, Fábio Gouveia e Márcyo de Oliveira, Mestres de Bateria, Marcelo Santos, Ronaldo Izidoro, Elen, Dó, Geléia, Ciça, Serrinha Raíz, Glaucio Duque, Bolinha, Pirapotiquara e Papagaio, enredista Felipe Diniz, estilista Li Bombom, Roberto Garcia, diretor do bloco 50 Tons de Pinga, Paula Penteado, Porta-bandeira da Vai-Vai, Yáskara Manzini, artista da dança e do Carnaval paulistano, Mestre Nelson Capoeira e diversos intérpretes do Carnaval de SP, tais como Ernesto Teixeira, Adeilton Almeida, Daniel Collete, Bruno Ribas, Leo Reis e Fernandinho SP.

A ídéia é dar continuidade e assim atender mais e mais pessoas, afirma Hernane Siqueira, “no presente momento, necessitamos da participação de “Padrinhos” da Ação Voluntária e Solidária, que colaborem adquirindo máscaras, proporcionando um rendimento para nossas costureiras e podendo gerar um maior número de pessoas atendidas prontamente”, conclui.

Importante ressaltar que o “Padrinho” da Ação Voluntária e Solidária também pode doar material para confecção – dentre tecidos e elásticos – a partir da metragem de uma bobina, o que proporciona a confecção de 1.000 máscaras.

Como vocẽ pode tornar-se um Padrinho:

Informações: Coordenação Sidneia Whats (11) 954152390 ou Hernane Siqueira (11) 942265289

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *