Monólogo ,”Louca de Amor ,Quase Surtada “se apresenta no Teatro West Plaza em São Paulo

DSC_3522 (1)

DSC_3522 (1)

A Atriz  Lena Roque com o  personagem Helena protagoniza o monólogo “Louca de Amor, Quase Surtada”,o mesmo  fala  de  superação ,no palco, ela se contorce, se debruça, esperneia, chora e faz muitas loucuras que as “mulheres que amam demais costumam fazer”. Em 60 minutos de espetáculo, a atriz paulistana Lena Roque consegue fazer a platéia se acabar em risos com seu cômico monólogo

Difícil não se identificar com as cenas vividas pela transloucada Helena, que “disfarça” de loira, sonhando ser a escolhida e valorizada pelos homens.

“Apesar de cômica, a peça se baseia em relatos reais de várias mulheres e também incorporei algumas vivências minhas e de algumas amigas”, ressalta a atriz, que além de interpretar, fez a adaptação da obra baseada no livro Confissões de uma Louca de Amor, da jornalista e escritora Viviane Pereira.

Com comicidade a peça trata da resiliência de toda mulher – do eterno “acreditar no amor romântico”, mesmo que aos trancos e barrancos. “Somos todas mulheres ‘fênix’, renascendo a cada relação, a cada desafio”, afirma Lena Roque. A protagonista representa muitas das facetas femininas; espirituosa, crítica, articulada, infantilizada.

O espetáculo tem como princípio o uso de clichês e esteriótipos,  relativos a mulher, que permeiam a sociedade. A “eterna” idéia de que todas as mulheres procuram desesperadamente um par e que investem a vida na busca desse amor. Para superar essa máxima machista, nossa Helena vai se desconstruindo a medida que vai vivendo suas vitórias e derrotas em cena. Com o uso da metalinguagem atriz e personagem vão se misturando e se auto avaliando diante da platéia, para ao final se mostrarem (atriz/personagem) mais fortes e conscientes de seu papel no mundo e enfim se vendo como uma mulher negra.

Serviço  Completo:

Local: Teatro  West Plaza   Av. Antártica, 408 – Água Branca

Data: 14  de Agosto

Horário: 20:30

Ingressos: R$ 40,00

Primeira edição do Camarote “Business Friendly “ acontece na Parada do Orgulho LGBT 2019 em São Paulo

CBF_LGBT

CBF_LGBT

 

O “Camarote Business Friendly”,terá sua primeira  edição na Parada do Orgulho  LGBT  2019, o objetivo do  mesmo é reunir  empresas com interesse em estreitar  relacionamento e negócios voltados  ao  público .

 A cada ano vem crescendo o número de empresas interessadas em investir  no público LGBT ,pensando nisso a  Agência  Fasyner Comunicações e Eventos  idealizou  o espaço com o objetivo  principal de  estreitar relacionamento,onde  as empresas  vão poder  fazer  networking e claro aproveitar  a  tarde agradável com boa  música e assistindo o desfile dos  trios em um lugar  privilegiado.A Agência convidou o produtor  de  Eventos  Eduardo  Cardoso  para fazer  parte  do  projeto .

O Anfitrião do Camarote este  ano ,será  o Hotel Ibis Budget SP Paulista,  localizado na rua da  Consolação , está a 150 metros da  Avenida Paulista, próximo a grandes empresas e centros comerciais, decoração é moderna, oferece Wi-Fi grátis em todos os quartos e o mais completo buffet no café da manhã ,a mesma faz parte  da  Rede Accor Hotels

Os organizadores vão receber aproximadamente 80 convidados ,entre Empresários ,Jornalistas,Influencers e Personalidades.

Entre as empresas parceiras estão,W NutritionalLife Mix ,Estudio Arena , Marverdi Comunicação e Designer ,Espaço Art & Chocolate ,Craftartbrasil ,Paris Elysees,Arte e Magia ,Laberintus  Club,Preserv,Sabores da  Espanha ,Hispania  Importadora  de  Vinhos  

 

Serviço Completo:

Local: Hotel Ibis Budget SP -Rua  da  Consolação

Data: 23  De junho Horário: 12:30 as 17:30 Informações Imprensa: assessoriafasyner@gmail.comEvento Fechado apenas  para  convidados

O espetáculo ” Em Caso de Emergência ,Quebre o Vidro ” entra em cartaz em São Paulo

EM CASO DE EMERGENCIA Cred Raquel Pessoa

EM CASO DE EMERGENCIA Cred Raquel Pessoa

                                                FOTO: Raquel Pessoa 

 

Um casal se reencontra, em São Paulo, oito anos depois da separação. Além do tempo longo, houve um oceano entre os dois: descontente com a dura sobrevivência no Brasil, Ela foi tentar a vida em Londres enquanto Ele optou por ficar. Com a reaproximação, virão à tona sentimentos e afetos antigos, e uma questão atualíssima: deve-se ou não deixar o país, em meio às turbulências econômicas?

Nesta fábula urbana – onde os personagens se chamam simplesmente ELE e ELA – não há glamour, mesmo em Londres: ao contrário do que sonhou, Ela não conseguiu ser mais do que garçonete latina em pubs. Seu retorno também tem um motivo a mais: sua nova separação, agora de um jovem inglês, Paul, que se alistou no exército e há um ano foi para a guerra.

Por sua vez, no Brasil, Ele também tem um emprego igualmente modesto, em uma loja de rock inglês, no centro de São Paulo. Sua felicidade em ouvir diariamente a banda The Smiths ameniza um pouco a violência e a intolerância sofrida há alguns anos quando, ao voltar para a casa de trem, foi ameaçado de morte por causa da banda de rock da sua camiseta e viu-se obrigado a pular pela janela, com o trem em movimento. Na queda, Ele perdeu uma das pernas.

“O reencontro revela que muito do amor que um sentiu pelo outro ainda persiste, embora transformado pelas situações de cada um hoje”, conta o diretor Fábio Mraz. “O texto não retrata uma época específica”, adianta Fábio, “mas toca em assuntos que vivemos hoje e levanta provocações como: em uma relação a dois, permitem-se sonhos individuais? E qual o lugar destinado aos afetos? Os personagens vivem as consequências de cada escolha feita”. Em meio às idas e vindas dos personagens, ecoam em seu imaginário trechos de poesias de Morrissey – letrista e ex-vocalista da banda The Smiths –, bem como da peça Ricardo III, de William Shakespeare.

A peça inédita “Em caso de emergência quebre o vidro”, escrita por Denio Maués, com direção de Fábio Mraz, com César Figueiredo Cantão e Lívia Ziotti no elenco.

Serviço Completo:

Local: Instituto Cultural Capobianco  Teatro da Memória Rua Álvaro de Carvalho, 97, Centro

Horário: Sábados às 21h | Domingos às 19h

Data: Temporada  até  dia  28  de Julho

Vendas: www.compreingressos.com

Valor: R$ 40,00

O espetáculo “Vem Buscar-me que Ainda Sou Teu “,faz curta temporada em Junho

Vem Buscarme que ainda sou Eu

Vem Buscarme que ainda sou Eu

 

 

Com elenco de 08 atores e 03 músicos em cena, o espetáculo traz de volta o Melodrama e o Circo Teatro, tão presentes na dramaturgia de Carlos Alberto Soffredini, um dos expoentes do Teatro Moderno no Brasil. Soffredini sempre se lançou à experimentação e transpôs histórias populares para o teatro com características bem brasileiras e recursos circenses. Buscava não a representação realista das formas populares, mas a revelação do universo poético presente em seus conteúdos. Sempre buscou a genuína linguagem teatral brasileira em sua pesquisa sobre a Cultura Popular, o que resultou num espetáculo que se apoia no depoimento de circenses e nos valores tradicionais de uma família de circo.

Filha do autor, a diretora Renata Soffredini explicita através da “Nossa Linguagem” os diferentes níveis entre a realidade e a ficção que o texto propõe, estabelecendo diferentes planos de interpretação: “Na ‘Nossa Linguagem’, o ator na maior parte das vezes ‘contracena’ com o público, estabelecendo o que nós chamamos de ‘triângulo’, que é a base de qualquer tipo de apresentação popular’” explica.

                                         

Esse espetáculo é a síntese poética de pesquisa de seu pai em circo-teatro, cujo tema é a dificuldade de sobrevivência de uma família de circo, em meio às novidades da indústria cultural.

A história se passa nos bastidores de uma companhia de circo-teatro em uma pequena cidade do Brasil. Ela é dirigida por Aleluia Simões/Mãezinha (Bete Dorgam), que luta bravamente pelo sustento de seus artistas e do seu negócio desde que herdou a lona dos seus pais. Ela é mãe de Campônio (Ian Soffredini), que está cego de paixão pela ambiciosa Amada Amanda (Yael Pecarovich), uma das integrantes do grupo. Um dia, a chegada da rica Cancionina Song (Laura La Padula) e a partida do sedutor Lologigo (Clovys Torres) incendeiam a inveja de Amada.

Serviço  Completo:

Local: Sala Itaú Cultural Av. Paulista 149

Data :6  de  Junho  estreia até o  dia  9  d e junho de 19

Horário:  Quinta a sábado às 20h. Domingo às 19h.

Informações: (11) 2168.1777

O filme Kardec’ ultrapassa a marca de 500 mil espectadores

unnamed (1)

unnamed (1)

O filme tem roteiro assinado por L.G. Bayão e Wagner Assis e é baseado no livro “Kardec – A Biografia”, de Marcel Souto Maior. Leonardo Medeiros interpreta o cético professor Rivail que, após codificar a doutrina espírita, assume o nome de Allan Kardec. Sandra Corveloni (vencedora do prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes) vive sua esposa, Amélie-Gabrielle Boudet.

A cinebiografia, que estreou no dia 16 de maio, já ultrapassou a marca de 530 mil espectadores no Brasil, em apenas 13 dias em cartaz. Dirigido por Wagner de Assis,carioca, 48, é diretor, roteirista e produtor. Responsável pelos longas A Cartomante, Nosso Lar e A Menina Índigo, e os documentários ‘Os Transgressores’, ‘Que Geração é essa?’. Foi autor de séries para TV como “Rondon, o grande-chefe” e colaborador de novelas como ‘Além do Tempo’ e ‘Espelho da Vida’, da TV Globo. É responsável pela empresa Cinética Filmes, fundada em 1997.

O filme “Kardec” ,segue em cartaz em 430 salas em todos os estados do Brasil pelas próximas semanas.  A produção é da Conspiração, uma das maiores produtoras independentes do Brasil. Cria e produz conteúdos para Cinema, Publicidade, TV e Streaming/OTT, Branded Content, Serviços Digitais, Mídias Sociais, Arte e Música. A distribuição é da Sony Pictures Entertainment que é uma subsidiária da Sony Corporation of America, uma subsidiária da japonesa Sony Corporation. As operações globais da SPE abrangem produção, aquisição e distribuição de filmes em cinema, home entertainment, televisão e mídias digitais; uma rede global de canais; operação de estúdio, desenvolvimento de novos produtos audiovisuais, serviços e tecnologias

Leonardo Medeiros é o protagonista Hyppolite Léon Denizard Rivail – reconhecido depois como Allan Kardec -, o educador francês nascido em 1804 que codificou o espiritismo a partir de 1857. A produção tem ainda no elenco nomes como Sandra Corveloni (Amélie-Gabrielle Boudet), Guilherme Piva (Didier), Leonardo Franco (Sr. Carlotti), Genézio de Barros (Padre Boutin), Guida Vianna (Madame De Plainemaison), Julia Konrad (Ruth-Celine), Charles Fricks (Charles Baudin), Licurgo Espinola (Sr. Babinet), Letícia Braga (Julie), Júlia Svacinna (Caroline), Dalton Vigh (Sr. Dufaux) e Louise D’Tuani (Ermance Dufaux). O roteiro de Wagner de Assis e L.G. Bayão (“Irmã Dulce”, “Heleno” e “Minha Fama de Mau”) e Wagner de Assis acompanha a trajetória de Kardec desde o período em que atuava como educador, passando pela investigação dos fenômenos, pelo processo de codificação da doutrina espírita, até a publicação e repercussão de “O Livro dos Espíritos”.

 

 

 

 

Uísque e Vergonha, faz temporada no Teatro Novo em São Paulo

© Joao Caldas Fº
© Joao Caldas Fº

Foto:  Joao Caldas 

Uísque e Vergonha é uma adaptação do livro da escritora e roteirista brasileira Juliana Frank com direção de Nelson Baskerville e no elenco Alessandra Negrini ,Erika Puga  .

Lançado na FLIP de 2016, o livro Uísque e Vergonha trata das aventuras e desventuras de Charlotiê na cidade de São Paulo. Sua conduta irreverente de adolescente rebelde e seu talento para narrar as próprias experiências na escola, em casa e nas ruas da cidade, nos fazem embarcar nesse universo urbano através de seu olhar original. A relação da garota com as personagens como sua mãe, sua falecida tia, seu psicanalista e seus namorados conduzem essa brilhante narrativa de fatos reais e surreais, adaptada para o teatro por Michelle Ferreira.

No palco do Teatro Novo, cinco atores e alguns bonecos vão interpretar 22 personagens em 37 cenas. Com assinatura de Cássio Brasil, também responsável pelos 22 figurinos, o cenário caótico cheio de referências retrata de forma muito estilizada os locais frequentados pela autora como Cemitério, Casa Mãe, Quarto Charlotiê, Sala de Aula, Muro da Escola, Consultório Lacran, Restaurante U-hu, Boate e Praia.

Pensamos que já que a normalidade dá conta da normalidade, a arte tem que dar conta de tudo aquilo que ficou de fora. A arte deve remexer aquela sujeira debaixo do tapete, desmascarar o cotidiano mentiroso dos mortos-vivos para fazer ver os plenos de vida, os que não ligam, os que nos dizem o tempo todo que viver não pode ser só isso.E não podemos negar que essas obras produzem tamanho fascínio no publico que seria impossível vivermos sem elas.

Uísque e Vergonha é um trem-fantasma, a alegoria da dureza da vida. Em um cenário caótico, cheio de referências, retratamos de forma estilizada os lugares (paulistanos) por onde Juliana Frank passou, viveu e escreveu: o cemitério do Araçá (sim, desenterraremos mortos nesse espetáculo), um estúdio de tatuagem, um beco com muro grafitado, os bares, boates e lanchonetes da Rua Augusta, a escola onde estudou, a praia onde costumava acampar e os personagens que cruzaram sua vida, os homens a quem amou, formando uma grande rede  e  suas interseções geralmente conflitantes.

Por tratar-se da adaptação de um romance, uma brilhante adaptação de Michelle Ferreira, diga-se, a linguagem é épico-narrativa, as atrizes e atores contam cenas, vivem situações, escrevem em lousas, cantam, dançam, hora interpretando personagens, hora narrando em uma atmosfera onírica e alegórica.No fundo é a dor, que por trás da alucinação de um texto meio gonzo e meio gozo, faz com que toda a piração se eleve, se refine, ganhe os ares e as alturas da mais fina, da mais leve e mais densa literatura.

Serviço Completo:

Local: Teatro Novo Rua Domingos de Moraes, 348 – Vila Mariana Prox da Estação Ana Rosa

Informações: (11) 3542-4680

Vendas: www.ingressorapido.com.br

Horário: Sexta e Sábado às 21h30 | Domingo às 19h | Segunda às 21h

Ingressos:Sexta e Segunda R$ 50 | Sábado e Domingo R$ 60

Duração: 100 minutos

Classificação indicativa: 18 anos

Temporada: até 08 de julho

 

Espetáculo O Bote da Loba ,em cartaz em São Paulo

WhatsApp-Image-2019-05-16-at-17

WhatsApp-Image-2019-05-16-at-17

                                              Foto: Priscila Prade

 

O espetáculo é  parte  do  projeto Plínio Marcos, que vem acontecendo desde 2014 no Teatro Garagem, encenação do penúltimo texto do polêmico autor marca a parceria do diretor Marcos Loureiro com a atriz Anette Naiman e agora conta com a atriz convidada Dani Moreno.

Plínio Marcos é considerado um dos maiores dramaturgos brasileiros. Sua obra O Bote da Loba foi escrita em 1997, e permaneceu inédita por quase 20 anos até a montagem realizada pelo Teatro Garagem em 2016. Esta obra, que integra o Projeto Noites Sujas que ocupará até o fim do mês de julho o Teatro de Arena, aborda o universo feminino sob a ótica de duas mulheres que se encontram para uma sessão de tarô. Veriska (Anette Naiman), a maga vidente, através dos seus poderes místicos, tentará ajudar a cliente Laura (Dani Moreno), mulher casada e reprimida, a libertar-se de suas angústias e de seu sofrimento.

Em 2016, o Teatro Garagem celebrou seus 12 anos de existência com a estreia deste texto, até então inédito, que também faz parte do projeto “Ocupação Plinio Marcos no Teatro Garagem” que atualmente conta com o espetáculo Navalha na Carne em cartaz. Ambos com direção de Marcos Loureiro e com a participação da atriz e idealizadora do projeto Ocupação Plinio Marcos, Anette Naiman, interpretando a antológica prostituta Neusa Sueli, de Plinio.

Serviço Completo:

Local :   Teatro de Arena Eugênio Kusnet  -Rua Dr. Teodoro Baima, 94 – Vila Buarque

Informações: (11) 3256-9453

Horário: Quartas às 20h

Ingressos: R$ 40

Duração: 60 minutos

Recomendação: 18 anos

Gênero: drama

Temporada :até dia 25 de julho

Amor e Paixão foi tema do quadro 360 graus da DR para o Youtube

360 graus da DR

360 graus da DR

No último  dia  17  de maio o  Restaurante  The  Garden Sushi Bar & Grill @thegardensp localizado  na  região  da  Vila  Mariana ,recebeu a equipe do  quadro ” 360  graus da  D.R ” do  canal  Dhaniella  Stella do  Youtube .

O  quadro  é  comandado  pela Apresentadora e Jornalista  Mabel Zeballos @mabelzeballos e pela  especialista  em Autoconhecimento  Dhaniella  Stella @dhaniellastella ,o  tema  dessa  edição  foi  “Amor e  Paixão’ ,para  falar  sobre  o  assunto  receberam a  Psicanalista  Débora  Loureiro @de_loureiro 

Foi um  bate  papo  bastante  descontraido sobre  o  assunto onde  falaram  sobre  as  diferenças  dos  dois  sentimentos ,a intensidade ,conceito  de  ambos .

Agradecimentos: Hairstylist  Debora  Deiros  @deboradeiros 11- 949849681

Conheça o  Restaurante :

The  Garden:  Av. Engenheiro Luís Gomes Cardim Sangirardi -20 Vila Mariana

Instagram: @thegardensp

Sitehttp://thegarden.com.br/siteTG/

Assista

Espetáculo Louca Terapia, estreia nova temporada no Teatro West Plaza em São Paulo

LOUCA TERAPIA

LOUCA TERAPIA

A Cia dos Reis traz de volta “Louca Terapia”, desta vez com nova roupagem e um novo casal para ser atendido pelos terapeutas mais picaretas de todos os tempos. A peça que ficou entre as seis melhores comédias do ano de 2016 e cumpriu temporada com bom retorno de critica e público.

Em  2019 a primeira temporada  será  no  Teatro West Plaza. O quarteto promete arrancar  gargalhadas do público.

Na história, Guto e Will se conhecem e pouco tempo depois decidem morar juntos. Por terem vidas muito diferentes e comportamentos opostos logo surgem problemas na relação, então sem contar um para o outro eles decidem procurar terapia alternativa e acabam caindo nas mãos de dois farsantes que de terapeutas não tem nada. Os picaretas Jhon e Miguel ao invés de resolver as questões da relação acabam deixando o casal tão louco quanto eles.

Serviço Completo:

Local: Teatro West Plaza Av. Francisco Matarazzo – Água Branca, São Paulo – SP
Sala Laura Cardoso.
Data: Curta temporada Dias 16, 23 e 30 de maio.
Horário: Quintas Feiras às 21 horas
Gênero: Comédia
Classificação: 14 anos
Duração: 90 minutos
Elenco: Ivo Ueter, Patrique Novais, Thiago Mantovani e William Avelar
Direção: Ivo Ueter
Realização: Cia dos Reis
Valores: R$ 50,00 (Inteira) R$ 25,00 meia entrada.

Relacionamento virtual é tema do quadro 360 Graus da DR no canal do Youtube

IMG-20190313-WA0026

A segunda  edição  do  quadro  360  Graus  da  DR falou  sobre ” Relacionamento  Virtual ” ,o quadro está  dentro  do  Canal Dhaniella  Stella ,o  mesmo  está  comandado  pelas  Apresentadoras Mabel Zeballos Radialista,Jornalista especialista  em  Comunicação e Dhaniella  Stella Comunicóloga e Coach  especialista em  relações.

O  convidado  dessa  edição foi o Jornalista e  Cronista Airton Gontow Diretor do  site  de  relacionamento “Coroa  Metade ” foi  um  bate  papo  descontraído ,ele  falou  sobre  como  surgiu  o site  Coroa  Metade ,histórias  inusitadas e  passou  várias  dicas  e  cuidados  que  devem  ser  tomados na  internet.

As  Apresentadoras  recebem  o  convidado sempre  em  um  clima  de  Happy  Hour nesta  edição os  parceiros  montaram uma  mesa de vinhos e queijos deliciosos ,queijo  minas e queijo  cura @queijocatuira e @queijos.araxa ,para  harmonizar com os  vinhos da  Casa  do  Vinho  Guedes @casadovinhoguedes_paraventi. Os  agradecimentos  ficam  também  ao  espaço Estúdio @coworkingibon e a Hairtylist @deboradeiros.

Assista  :

“>https://

 

1 2 3 4 28